Talvez

Talvez a felicidade seja apenas uma promessa feita com a sua voz. 
.

Sou

Sou crônica.
Sem cura.

Escrever é


Reaproveitar os momentos, pôr ritmo, brilho e cor em palavras. Fiz isso tantas vezes, só pra não perder nenhum momento.

.

Amor líquido

"(...) Em tempos de amores líquidos (segundo zygmunt bauman), somos como o vinho, quanto mais o tempo passa, mais intenso o sabor, mais firme e quanto mais próximo da prova final, mais próximo do começo e da verdade. A oportunidade de provar um bom vinho talvez não seja tão rara quanto a de provar um bom amor, mas a gente sabe quando acontece. Teu nome na tela do meu celular e meu coração vai a mil, meus sentimentos tatuados na alma, nas lembranças presentes, teu bom dia em alto e bom tom e meu sorriso não cabe, um privilégio estar em teus pensamentos. Prova minha boca, sou teu vinho, não precisa de taça, apenas me beija."

Cara de encrenca

"(...) Você tem cara de encrenca, rapaz, mas eu não sou do tipo que corre do desafio, até gosto, ainda mas se ele tem esse par de olhos e morde o lábio inferior desse jeito, entre um riso e outro. Foi logo de cara, na lata, um interesse, um apreço, um desejo, não houve tempo para uma segunda opinião e eu sei que posso até demorar pra entender o que foi esse furacão, mas eu não quero entender mesmo. Espere, pelos meus beijos mais quentes, pelos meus afagos sinuosos, pelo meu amor total, vou guiar você. Acabo de entrar numa encrenca, das grandes, eu sei, mas quem não enfrenta grandes batalhas, meu bem, não chega a ser vencedor."

Ele

"(...) Aparentemente impassível, inexpressivo mas seu coração vale ouro debaixo daquela jaqueta de couro.
Sua 'garota' é a sua moto, sua paixão é pela liberdade.
O amor o fez sozinho e 'que ironia!', mas a vida é isso, um jogo de interpretação, ganha quem não perder tempo tentando fazer isso. A compreensão de tudo tira o brilho das possibilidades."

Pensamento

A gente se convence daquilo que quer e não necessariamente daquilo que é a verdade.

Pensando em nós

"(...) Não sei me esconder de você, não consigo, não posso, não devo e não quero, e não querer é sempre determinante nesses casos. São três da manhã e você está tão perto quanto a lua, do tipo 'vejo, mas não alcanço', a madrugada vai passar, virá mais um dia de trabalho e todas essas coisas que nos desligam temporariamente e depois eu vou voltar, e quando a madrugada chegar, estarei aqui pensando em nós outra vez."

Até que enfim

Espero ansiosa pelo dia em que eu vou dizer: Até que enfim, um começo! 

26 de janeiro de 2017

"(...) Chega a ser físico de tão real e o sentimento se materializa em forma de dor, o coração aperta, mais um sonho e o sono acaba antes de começar, é tão profundo o lugar onde se instalou, não consigo te arrancar de lá e eu te assusto, eu sei, ninguém sente essas coisas hoje em dia, mas eu escolhi dizer, dividir ou sufocaria sozinha. O mundo inteiro te conhece pelas minhas palavras, pela minha visão romântica, mas não menos verídica e meu ponto de vista te favorece com certeza, sou teu ego. O amor nasce no dia a dia, mas a paixão, ah a paixão, essa explode sem precedentes e machuca quando mal (quero dizer, não) correspondida. Não te escolhi, fui escolhida, no instante em que tua fala saiu, minha alma abraçou a tua e metade do meu coração partiu com você. Por isso a dor, estou em pedaços."
.
#Trecho #RoteiroBreve

Ela é de paz

"(...) Ela usa as armas que tem e que nem são muitas, pois existe uma imensidão de pessoas no mundo que pode te garantir uma história bonita, umas certezas pela manhã e uns verões de muito sol - por um tempo -, mas quero ver alguém como ela, que vela teu sono pedindo pra que teus sonhos sejam incríveis, alguém que suporte teus defeitos sem pesá-los na balança todas as vezes em que eles aparecem, alguém que te faça uma pessoa melhor, te descrevendo personagem em verso e prosa durante o passar do tempo, que te aceite com tudo o que vem junto, que no cansaço da espera por você, descanse e não que desista, alguém que sempre sorri quando você chega, que não te esconde, que não te esquece, que te aquece e te cuida como pode, usando as armas que tem. Mas ela é de paz, seu sorriso é quem derruba o rapaz."

Se cuida

"(...) Eu só digo pra você se cuidar, porque não estou aí pra cuidar de ti como se deve. A vontade era de fazer eu mesma. Você solto nesse mundo, sem lugar certo, aceitando estadias temporárias em corações inóspitos e pouco gentis, por uma migalha de amor e eu aqui com um banquete. Para de ilusão e vem buscar o que te pertence, de fato, no tato, presente, meu amor é teu."

Olhos de mar

Olhos de mar
Marejados de amar

Profunda calmaria
Ventania 
Altas ondas 
Por onde andam teus beijos?

Teus abraços, desejos
Em noites de luar

Onde as ondas quebram, peço amor inteiro, ondas de verão
Aonde verão meu amor primeiro?
Pés na areia, dia inteiro
Caminhar pra encontrar

Olhos marejados
Amam sozinhos
Choram de dor por falta de carinho
Sem parar pelo caminho
Ainda hão de te encontrar

Olhos de mar
Marejados de amar

Feliz vida nova

Não vejo mais o dia primeiro como um dia para fazer listas, mas para apagá-las. Quero a liberdade. Vem felicidade, de qualquer jeito! Sigo adiante de cabeça erguida, amei como pude e a quem pude e se não foi como eu queria, foi sim como eu precisava. A vida é generosa na proporção correta, olhe ao redor, a natureza funciona plena sem nossa intervenção humana. Quero respeitar o destino, mas sem deixar de sonhar, olhando mais para a frente e deixando o passado ficar. Aos que estiveram comigo em 2016, se quiserem ficar, serei grata, aos que se forem, serei grata e aos que estão por vir, o meu brinde. Feliz vida nova!

Seja forte

"(...) Ah, se mais ainda eu me explicar o amor desanda, ando com pressa, concisa, precisa. A solidão não é companhia que se preze, se apresse, não sei se o tempo é suficiente. A face sorri fácil, a alma se protege, frágil enquanto as lágrimas transbordam as ausências. Por onde anda a sorte? Não existe, seja forte."

Oportunidade

"(...) Você é um achado, rapaz, perdido no meio dessa multidão cega, mas eu te vi, um presente nas mãos, sentado no meio fio da calçada, numa dessas ruas famosas e movimentadas, pavimentadas de felicidade e pisadas pela realidade do dia a dia, é noite de natal e o vai e vem de pessoas nos preenche os olhos, há luzes, mas vejo teu brilho apagado agora. Você ergueu os olhos, eu estava acima do seu alcance de visão, abaixei pra te encontrar, sei seu nome, o conheço de vista, dos meus sonhos, agora seus olhos eram de uma gratidão retribuída, era como se ele soubesse que o observei a vida inteira e só agora, com a poeira baixa ele pudesse me reconhecer. Há fases da vida em que tudo parece pleno e então você tropeça na incerteza e tudo se esvai como um rio que precisa ir, sem saber que há algo maior pra encontrar. Um fim pode ser um recomeço se você quiser, muito prazer, meu nome é OPORTUNIDADE."

Olha pra mim

"(...) Olha pra mim, olha como eu olho pra você, sente o que eu sinto, posso até te ouvir alguém dizer que nada disso faz sentido, mas se te faz sentir, não estou nem aí. Amor é gratidão e como sou grata por sentir tanto, por sentir muito, por sentir demais, não há presente no mundo que me valha o teu sorriso quando sorri comigo, quando sorri pra mim e quando sorri longe, há um orgulho em dizer que teu riso me pertence, no mais, és tão livre quanto o vento. O risco de te perder pode até fazer parte, mas não há nada mais bonito do que te receber por vontade, de novo, sempre e para sempre. Olha pra mim."

À meia luz

"(...) A música rolando e eu dançando pro mundo, no salto, de longe e do alto te vejo, segue meus quadris como se eles pudessem te levar aos caminhos mais fáceis pra ser feliz e eu acredito que posso e você sabe que eu consigo, conhece meus pensamentos, meus encantamentos, minhas ideologias, teorias e práticas, meu partido e meu coração partido. Meu corpo exala sentimento, mas minha alma padece pela distância, nossos olhos são ímãs em neon, no escuro da festa se encontram brilhantes, festivos, distraídos, atraídos, traídos pela multidão que nos impede a aproximação rápida. Passa um garçom, um casal louco dançando sua música predileta, chega alguém pra te puxar uma dança, alguém pra me oferecer uma bebida, daí a gente se perde pra vir se falar na saída com aquele ar de que pouco se conhece. Ninguém sabe, mas a gente se conhece mais do que deve, do que merece e do que precisava, nossas sombras se encontram à meia luz da lua no meu quarto agora."

Ficou para a próxima

"(...) Tua risada é como música da boa, os olhos marejados me chamaram, atendi, perdi a fala, não sabia o que dizer, disse coisas demais, mas gostei mesmo foi dos intervalos de silêncio. Queria saber até onde seus olhos foram, será que se perderam em meus cabelos ou se acharam em minha boca. Sem despedidas, não descobri a resposta, ficou para a próxima."

Crescendo

Escondida, guardada, ferida, perdida, encontrada, iludida, amada, esquecida, levada, elevada, escanteada, decidida, mudada, encontrada, evoluída, bem amada, sentida, tocada, permitida, permitindo, amando, sentindo, errando, ganhando, perdendo, vivendo, acertando, crescendo. Sendo.

...

Depois das perdas, tinha um caminho...

Ao norte de si mesma


"(...) Ela sobe no salto, pra não ter que descer a mão na cara de quem merece, seus cabelos longos e soltos não a prendem mais, cortou, não assume fraquezas, apenas franquezas - fala verdades como se não houvesse amanhã -, vive ao norte de si mesma, sem bússola e sem mapa, intuindo verdades desmedidas, descabidas ou desconsideradas. 
Ele não entende, mas gosta. 
Ele fica e ela gosta e todo mundo sai bem. 
É que ninguém muda ninguém e ela o deixa mudo e o mundo que se dane se nada disso convém."

Ele

"(...) Teus olhos são abismos, penhascos negros de desejo aonde pratico vôos em queda-livre."

Quereres

"(...) Aqui estou eu, querendo ser ela,
nos braços e abraços dele, 
e aí está ela, querendo ser eu 
em seus pensamentos e coração, cara. 
A vida é isso. 
Confusão."

Tarde demais

Quando amanheço, tardo.
Prefiro a madrugada.

Rio da vida

(...) A gente combina mais do que sabe. Quando eu imagino dizer, você já adivinhou, nossas idéias são complementares, nossas memórias e referências são praticamente as mesmas a contar do tempo em que a gente decidiu ficar, nossas discussões seriam infinitas, não fosse a necessidade do trabalho e do sono, não fosse a vida toda lá fora. Você é do tipo que engole o choro, diminue os problemas, os guarda no bolso e vem, eu sou do tipo que divide pra se sentir bem, não somos tão bons em matemática. Temperamental, sensível, discreto, educadíssimo e com um porte viril, quem olha de longe pouco se arrisca, eu estou dentro e sei que tua pose é defensiva, posso te abraçar de surpresa e o sorriso aparecerá como o de uma criança feliz, a gente se dá o tempo inteiro. Sem histórico de discussões graves, uns pouquíssimos quadros de ciúmes disfarçados de saudades - meus, é claro -, a gente se entrega sem saber que sob os olhos atentos de alguém, esse alguém pode 'nos ver'. Nossa intimidade começa no olhar e nas mão que já se deram desde o princípio. Somos almas gêmeas separadas pelos anos de nossos nascimentos, a gente foge só pra se encontrar do outro lado da margem do rio da vida."

Como?

Não ame demais.
Não ame de menos.
Só não sei como medir isso.

A postos

"(...) Esse teu jeito solto me pega de jeito. Despojado, desejado, livre e leve, por onde passa, passeia, tua praia é qualquer lugar, tua vibe é da boa e a gente te olha de longe, querendo chegar junto. Um charme astral, estilo sem igual, meio malandro, meio romântico, meio calado, meio falante, meio mocinho, meio mal, mas inteiramente meu. Alma da noite, do mundo, eu te seguro com beijos no plural e de singular há nosso romance. Nossos verbos conjugados num futuro próximo, as mãos se dão e a gente se dá sem pudores. Se doeu ou se doou, se deu ou se der, - e eu sei que vai -, estaremos a postos pra felicidade e eu vou te ver ainda como sempre."

Parece canção

"(...) Passeio, teu amor é passarela, mas fico, teu amor é pousada, pouso, teu amor é ombro, fico, teu amor é sala.
Entro, teu amor é porta aberta, moro, teu amor é casa, cuido, teu amor é flor, subo, teu amor é escada.
Durmo, teu amor é sossego, cresço, teu amor é aula, recebo teu amor sem preço, vôo, teu amor é asa.
Livre vou. Livre volto.
Espera."

O que os olhos não veem...

(...) Vou embora porque sei muito bem o que ando perdendo e o que os olhos não vêem, o coração não arde, o ciúme não chega, o frio não bate e a alma não sente. Enxergar-te é o castigo e a bênção."

09 de janeiro

"(...) Teu corpo quente e cheio de vida, aquecendo o meu. Era sonho demais pra ser verdade."

Viver é melhor que sonhar co você

"(...) São noites inquietas, de insônia e sonhos, por sorte você dorme ao meu lado como um anjo e quantas vezes eu acordar, você estará na mesma posição, num sono profundo e calmo, mostrando como é possível ser lindo nesse mundo. Não te acordo, você ri, diz meu nome, acho que sonha comigo, às vezes quase sempre, não admite, sinto teu cheiro por todo o quarto, acredito em eternidade só por um momento. Saio da cama, sento numa cadeira de canto e te olho um pouco mais, teus braços me procuram, não estou, você acorda e sorri como se ainda pudesse ser mais lindo e pode, ouço um 'vem' e eu vou, não precisa pedir de novo. A noite acalma em teus braços, acordo pra sentir isso. Não durmo mais. Viver é melhor que sonhar."

Declare-se

Não seja um réu confesso de seus sentimentos, não há crime.
Mas então declare. Sentimentos são bens de valor inestimável.

O amor é um desastre

"(...) Tua falta de jeito era mais nervosismo que qualquer outra coisa, bastava me ver que ficava meio desastrado, de um jeito bonitinho. As pernas com seus grandes passos, quase dão nó, as mãos não sabem o que fazer sobre a mesa e lá se vai mais uma xícara, erra a mão no açúcar, derruba o café, bate no garçom ao levantar, fica tímido, pede desculpas até mesmo antes de acontecer, faz previsões. O amor é um desastre. É um charme até, essa carinha de desculpas. De certo que eu posso perder algumas louças se você ficar, mas nada que não possa ser reposto."

Ele

Inteligente, bem humorado, atento, um pouco chato, mas bem perspicaz.

Sou

Sou mais poesia do que prosa.
Sou mais crônica do que pensas.
............................

Terreno baldio


"(...) Você me invadiu, meu coração, um terreno baldio, minha mente julga meu coração um inconsequente, meu corpo segue em frente, olho adiante, há pressa, apresso o passo, peço, faço, meço, ardo, sinto, sou, vou, vamos.Viro à direita no seu pescoço, o encontro marcado entre minha boca e o seu corpo, o começo é ali, de norte a sul percorro o caminho que me leva a você, que me eleva. 
E eu te invadi sem saber que não precisava aprender a amar pra amar você, que certas coisas incertas são melhores que as certas. 
Anônimos-amantes-invasores-de-corações-vazios, somos. Em busca de terreno fértil de amor, fincamos bandeira, ficamos um com o outro, um no outro e fim"

Te entendo...

"(...) Te entendo, o mundo é um caos de incertezas e eu aqui, batendo o pé que te amo."

#

Se o amor esfria
É porque nunca ferveu.

Ineditismo

"(...) Gosto é da surpresa de te ver pela primeira vez outra vez, em todas as vezes você ainda é novidade pra mim, sempre descubro algo no teu jeito que não havia antes. Gosto mesmo desse ineditismo que você me traz, do frescor do novo, no você de sempre. E não é que você muda, é que você se mostra, aos poucos, aos sopros, aos goles, nas doses, uma ação articulada que me convence de que cada reencontro é um começo."

Possível x Impossível

Escrever é estar de pés no chão com a mente nas nuvens. 
 Humanamente impossível.
Humanamente possível.

Sentir demais...

"(...) Meu prêmio e meu castigo numa só sentença: Sentir demais."

Não se arrependa

"(...) Você pode até negar receber os sentimentos dele, pode até não querê-los, mas isso não os fará menos verídicos. Eles não deixarão de existir porque não os viu, eles pulsam, dão vida e na mesma intensidade em que o fazem sentir, podem fazer doer, mas jamais o impedirão de doar, o conheço. Feche os olhos, o ignore, silencie, apenas não se arrependa. Em seu peito, há um baú de perdão, mas não de esquecimento."

A beleza das palavras

A beleza das palavras está na interpretação e a interpretação depende por sua vez da sensibilidade de cada um, então por fim, a beleza é sua. Mais sua do que minha, que as escrevo.

Somos

Somos a fotografia do olhar do outro.

Sonho, logo vivo


03:17 h
Dormir pra quê? 
Sonhar não é melhor que viver. 
Mas dormir é bom e sonhar contigo é privilégio.
Sempre despertar na melhor hora, é uma regra dos bons sonhos, técnica pra você acordar sorrindo e ir atrás da continuidade da história.
Se sonho, também vivo.
Sonho é o projetor de Deus ligado, nos dando palestra.

Alvo

Declarações são anônimas para que não é o alvo.

Apenas saiba

Não meça meu amor, apenas saiba que você cabe dentro dele.

Valor não é preço

O que eu sempre quis não tem preço, por isso é tão difícil de encontrar, de conquistar, de conseguir. Talvez quando eu chegar aonde quero e preciso, entenda melhor por onde passei e por onde venho passando. As pessoas não sabem o quanto valem, valor não é preço.

Não

"(...) Não me entenda, não me explique, gosto da curiosidade, das perguntas, da surpresa, da sua cara de surpresa."

Fugi

"Entenda que quando fui, fugi mais de mim do que de ti."

Memórias

Como você guarda suas memórias? As melhores eu escrevo.

Vida real chamando

A madrugada ainda me convida a despertar, o sonho fora de hora me acorda pontualmente, numa precisão quase cirúrgica. A vida real é convidativa demais para dizer não, acordei.

Voo


"(...) Ter é ilusão. 
Querer é passageiro. 
Bom mesmo é amar. 
Amar é quando agente pega carona no voo de alguém para voar também."

Pague

Não apague o passado, pague-o. Nada de dívidas.

Sonhar

Às vezes sonhar é precipício pra você cair em si.

Sabe?

A pessoa que você gosta, sabe de quem você gosta?

Ganhando ou perdendo?

"(...) Perde um tempo comigo, ganho um tempo com você. Ganha um tempo comigo enquanto eu perco um tempo com você. Os valores se invertem, depende da pessoa, da hora, do momento e você, o que anda fazendo, ganhando ou perdendo?"

Leve

"(...) Um dia vou olhar para trás e saber que disse tudo o que precisava, o que sempre quis, não guardei nada esperando 'um dia, quando a gente se vê'. Talvez eu não tenha ido a todos os lugares, mas sei que me leva na bagagem da lembrança, enquanto lê aquele histórico de mensagens, na verdade estive em todos os lugares, sim. Enquanto abria aquela correspondência com a folha escrita a mão e que eu mandei te entregar no sul, chegou intacta, cartas ainda chegam intactas aos seus destinos, eu fui a todos os outros lugares onde esteve, se pensar bem, eu fui. E quando menos esperava eu tirava da cartola da saudade algumas gotas de certeza pra regar as sementes desse sentimento-sem-nome que a gente tem, na verdade, que já é flor, já é jardim, você sorriu. Certeza é que nem tudo nessa vida se explica, como semear e fazer florescer o que nasceu sozinho, eu não sei, apenas rego com carinho o que ganhei de ti com sorriso e tudo mais. Não me eleve, não me leve a sério, se apenas me levar, já estará de bom tamanho."

Um fora

"(...) Chegamos ao ponto em que as pessoas subestimam o querer: 'Você gostava de mim tanto assim? Não tínhamos nada'. 
...
Então sua pergunta foi respondida: não tínhamos nada."

Não saber é interessar-se. (Carpinejar)

"(...) Faça a pergunta certa na hora exata e você pode ganhar a pessoa. Nada mais atraente do que uma dúvida, algo que inquiete, que possa unir na indefinição, que possa ocupar, mas não como forma de preocupação e sim no sentido do interesse. A busca pela resposta será um caminho. Como diria Carpinejar, não saber é uma forma de interesse, há de certo, um pouco de poesia nessa definição, é preciso ser sensível pra encaixar o sentido à interpretação, espero que entenda, a dúvida será nosso dilema, nossa forma de união."

Só ele ensina

Tenha sensibilidade o suficiente para entender o esforço do outro em acertar. O erro ensina, às vezes, só ele ensina.

Arte

A arte chega até mim pelas mãos, ou ela sai de mim pelas mãos? A ordem não altera os seus efeitos positivos. ;) <3
.
#Criacão #Arte
#Artesanato #Escrita
#Imaginação

Entenderão

"(...) Ele diz 'me exclua, mas não me ignore' e isso não é uma indireta. Nessa de 'entendedores entenderão' a carapuça sempre serve."

Bem

Quando eu sair do perímetro de alcance dos seus olhos, sentirá a diferença entre a presença e a ausência de alguém que te quer bem, com ou sem bens, pro bem ou pro mal.

Escrever é...

Escrever é o balão de oxigênio suposto e ao alcance.

Conceito

Acreditar : Fazer investimento, creditar esperança na conta poupança da vida.

Doar

Doar teu tempo, tua palavra amiga ou teu silêncio a alguém, tambem é uma forma de caridade. Tem gente te auxiliando e tu nem sabe.

Laços não saem de moda

"(...) Os laços que nos mantém são frágeis e por isso valiosíssimos e não, eu não os desfiz, apenas não os tenho usado, mas ainda que passem as estações, esses adereços não sairão de moda. Abre-se o coração e lá estarão nossos laços feitos, sempre prontos para serem usados."

Enquanto isso, no trânsito...

"(...) E então no meio do caótico mundo, olhando pela janela da condução, tudo parado, todos atentos ao sinal de trânsito vermelho e demorado, passou então um casal de moto, pararam a minha direita, o vidro nos separava, mas meus olhos enxergaram o que eu acredito que ninguém mais viu. A mão esquerda da moça estava na perna esquerda do rapaz, ele conduzia tão concentrado e então, obrigado pelo sinal, parou de repente e soltou a moto um pouco, sem olhar para traz, sua mão esquerda foi certa ao encontro da mão esquerda dela, ela sorri, ele não vê, ninguém viu, mas com certeza ele sentiu e eu sorri daqui também e eles nem me perceberam apesar de tão perto. Foi simples, mas não simplório. Um ato de alguns segundos, depois foram rápidos, o sinal abriu, eles voltaram a posição inicial, seguiram seus rumos e eu sorri. Quem nunca parou pra ver a beleza do mundo ao seu redor, precisa pensar se não está no automático da vida."

Você não é todo mundo

"(...) Você não é todo mundo. Você aparece na primeira ameaça de problemas, traz café quente e pão novinho, você aparece pra comemorar, e com ou sem presentes a sua presença já é um presente, você aparece até sem ser chamado, sente a necessidade da ajuda, suas mãos parecem sempre estendidas e prontas, guarda seus problemas nos bolsos e sorri pra fazer o outro sorrir também, abraça sempre o mais forte possível, torce pelo outro como se fosse você mesmo, mas se divide em mil pra conseguir ser assim com todos ao seu redor e o tempo é curto pra cada um. São doses homeopáticas de presença, instantes divinos da sua alegria. As ações do outro em prol de alguém, dizem muito mais sobre a própria pessoa do que sobre quem o recebe e sabemos, você não é todo mundo, pois todo o mundo anda um caos egoísta e ninguém tem se importado muito com isso."
Bom dia pra você que 'não é todo mundo'.

#Trecho

Não ser esquecida por alguém é tão importante quanto ser lembrada. Muitos dirão que é a mesma coisa.

A história da sorte

"(...) A sorte está do outro lado da avenida, não há sinal de trânsito, não há faixa de pedestres, não há segurança alguma e os carros passam em alta velocidade, há pouca chance de atravessar e ficar inteira. Mas corri e se havia um pequeno percentual de chance que fosse de conseguir, seria meu e então consegui ir, um pouco desgovernada, confesso, mas consegui chegar até o outro lado e quando percebi, a bendita sorte tinha ido ao meu encontro e no desencontro, agora estava do outro lado da avenida outra vez."

Vai que...

Escrevo porque, vai que alguém entende diferente, entende melhor e entende mais? 

A Escrita é...

A fotografia da memória.

É bom dia em 19/10/2016


"(...) Depois de você é bom dia a qualquer tempo. 
É bom dia quando o sol aparece e você sabe as horas por intuição, 
é bom dia quando é madrugada e a gente discute sobre educação, 
é bom dia quando eu faço poesia e você, contemplação, 
é bom dia quando a gente acorda e vê que é horário de verão, 
é bom dia quando a gente erra ou quando a gente acerta a mão, 
é bom dia quando saem sorrisos que você não vê, mas aqui estão, 
é bom dia quando o filme se repete no telão. 
Se depender de mim, vai ser bom dia sim, a qualquer hora então."

#Trecho


"Sem destinatário, amor remetente, remédio diário é aquilo que sente.
Mente."

#PoesiaBreve


"...Alguns amores vem e vão
Vem em vão
Enquanto outros ainda florescem, crescem e são, 
Alguns amores desistem
Outros insistem, perdão
Alguns amores sem nome, somem
Outros tatuam a alma com sobrenome e tudo
Alguns amores, declino
Outros subo
Alguns amores, sumo
Outro assumo
Alguns amores perdi
Outros nem vi
Mas esse está aqui
E como ser indiferente, se hoje sou uma pessoa diferente, depois de ti
Amor que não sai, só sente
Ente, parente, paredes de mim
Alguns amores me limitam
Outros me fazem infinita
Hoje sou assim."

OF 10/09/2016

"(...) Diziam-me 'não crie esperanças', mas elas já haviam sido criadas, regadas, cultivadas e até já haviam florescido em três meses, tive que arrancá-las então com raiz e tudo, devem enfeitar a minha sala de estar por um tempo, mas logo morrerão. Sentimentos são flores alimentadas pela vida, crescem rapidamente com cuidados sutis e morrem por coisas menores ainda."

Presente

"(...) Meus textos são tão livres quanto a sua interpretação, quanto a sua vontade em perceber seu nome nas lacunas, deixo entendido e que fique claro, seu nome estará onde você quer que ele esteja, estando ou não, é uma licença que lhe permito, você me ganhou, merece um presente, que esteja presente onde quiser."

Aqui

"(...) Ainda estou aqui, só que não mais do mesmo jeito, não mais atrás de você, mas ao seu lado."

Infinitude

"(...) Eu quero te levar alguma coisa, sabe, entregar em mãos umas folhas rabiscadas com verdades-não-ditas, encadernar meus sentimentos que você supõe e fazê-los reais enquanto você lê, no final, você vai ter minha companhia enquanto memoriza minhas palavras numa noite de insônia, mesmo com as páginas fechadas, nosso amor aberto estará lá. A história não termina quando a página final vira, se vira, não temos fim."

Sonho


"(...) Usava uma camisa preta social, impecável, mangas longas, dobradas abaixo dos cotovelos, sorria como sempre e como nunca, à minha esquerda, sentado no sofá da minha casa, vendo tv, não sei como chegou lá, não sei como burlou minhas regras e conseguiu chegar aonde chegou, mas eu gostei de te ver, do meu lado, do seu jeito, nos meus sonhos."
.

Interesse"

"(...) O interesse não deveria ser medido pelo desdém, mas pela proximidade. Agora não volte atrás, dizendo que precisava de tempo, sempre tivemos todo o tempo do mundo."
.
#Trecho #RoteiroBreve

Escrever é ...

"(...) Pra escrever é preciso um pouco de desequilíbrio, um desvio. Dias normais te fazem andar em linha, escrever é ultrapassar linhas, na verdade, ignorá-las. Emoções e sentimentos que te façam sair da famosa zona de conforto, te confrontam, te inquietam para o bem ou para o mal e você quer dividir, como quem partilha o pão e quer matar a fome - de saber o que fazer -, pedindo conselhos sem pedir, enquanto alguém tenta te entender. Escrever é perguntar, escrever é esperar resposta equilibrada, escrever é procurar a linha nas folhas do caderno e saber que elas nunca hão de aparecer. Nem elas e nem as respostas."

Momentos vívidos

Momentos vívidos
Vividos
Divididos
Valem mais
Paga pra ver
Se for
Capaz...
 
Breves Roteiros © Creative Commons 2010 | Plantilla Quo creada por Ciudad Blogger