De longe, em silêncio


"Eu te vi, você me viu, mas não nos falamos. Não por causa da distância, eu poderia ter ido até lá, mas porque toda aquela intimidade que a gente tinha, foi resumida a pó, não há mais beijos, os corpos não se almejam e o desejo virou orgulho, ninguém perdoa ninguém porque não há o que perdoar, o sentimento acabou e a gente nem sabe quando começou essa parte do fim. 

Olhar de longe e em silêncio, é como gritar que não quer mais, olhar de longe e em silêncio, é como gritar que não há chance, não agora, não ainda e talvez, não mais."
-

1 Participações:

ღ Miih...ღ disse...

Infelizmente ou felizmente tudo temum fim.

Me reconheci um pouco em tuas palavras.

Postar um comentário

Pode entrar na conversa!

 
Breves Roteiros © Creative Commons 2010 | Plantilla Quo creada por Ciudad Blogger