Língua

"Quem se importa com as regras da língua quando a noite cai e a que me interessa é a sua, a boca proferindo desejos, calando a noite diante da sua quimera. Logo eu, quem me dera, corrigir teu amor no meio, beijos são sagrados meu caro, te digo depois, não há nada que não se aprenda, mesmo ensinando. Façamos uma troca, aulas de língua por aulas de beijos, não saímos do contexto, nosso assunto ainda é a boca: o meu, a sua, o seu, as nossas, juntas. Não precisa ser rebuscado, mas pode ser mais bonito, o amor mais bem falado, num português compreendido, eu te agradeço, amado, se permitires a correção, é que o português é minha outra paixão."
-

2 Participações:

Cyntia Campos disse...

Uau! Cláudinha. Quanta paixão em um só parágrafo =D

Claudinha Santos disse...

Uma ponta de ousadia, meu sobrenome é paixão... Rsrssr

Postar um comentário

Pode entrar na conversa!

 
Breves Roteiros © Creative Commons 2010 | Plantilla Quo creada por Ciudad Blogger